9 de agosto de 2022

Ministério Público quer a suspensão do União Brasil, partido do candidato Silvio Mendes


O Ministério Público Federal, através da Procuradoria Regional Eleitoral do Piauí, encaminhou uma representação para suspensão da anotação do União Brasil, partido de Silvio Mendes, candidato a governador do estado.


A representação foi encaminhada para o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí e uma procedimento preparatório eleitoral havia sido instaurado para colher informações necessárias para fins de ajuizamento das ações para se obter a suspensão da anotação de órgãos partidários que tiveram decisões que julgaram não prestadas as contas de exercício financeiro ou de campanha eleitoral.

"No caso, apurou-se que o Partido DEM (hoje pertencente ao UNIÃO BRASIL) teve suas contas das Eleições de 2014 julgadas não prestadas, conforme processo 0000978-79.2014.6.18.0000, anexado a esta exordial. Em decorrência, a consequência automática da declaração das contas como não prestadas, no caso de partido, deveria ser a suspensão do registro ou da anotação do órgão de direção estadual ou municipal", cita a representação.

O procurador regional eleitoral Marco Túlio Lustosa Caminha solicitou a procedência da representação para suspender a anotação do União Brasil.

Procurador Marco Túlio Lustosa Caminha

Confira a representação:


Fonte: 180 Graus

Mais visitadas