11 de abril de 2022

Luís Correia - Moradores do bairro Centro reclamam do descaso frente aos alagamentos.


    Moradores residentes no bairro Centro, de Luís Correia, continuam reclamando do descaso da atual gestão frente aos alagamentos percebidos nas vias públicas localizadas na sede do município.

Foto: Divulgação

 De acordo com as reclamações, os alagamentos chegam ao ponto de adentrar as residências, bem como interferir no tráfego urbano e veicular em algumas das principais ruas nos bairros próximos ao centro da cidade, a exemplo da via de acesso ao Hospital N.S. da Conceição, e algumas no entorno do Ginásio Poliesportivo. Fato este interpretado como descaso da administração municipal.


  A problemática não é recente e a atual prefeita já possui um ano e quatro meses no poder, tempo suficiente para planejar e executar as ações de saneamento básico, onde até agora nada foi visto com efetividade para a solução do problema. Segundo informações, a prefeita decretou estado de emergência e vem tratando com o governo do Estado e governo Federal medidas voltadas a essa finalidade. Mas até que se resolva alguma coisa o povo continuará sofrendo com os alagamentos.

Foto: Divulgação

  Os moradores aguardam o posicionamento oficial da prefeitura trazendo soluções imediatas para tamanha problemática que vem ocorrendo não só no centro mas em outros bairros localizados na zona urbana de Luís Correia.



  "Se o povo sofre com a seca, a solução é esperar o início do inverno. Quando nosso povo sofre com alagamentos, dizem que a culpa é da gestão passada e que a solução é esperar o inverno passar. Mas de fato a prefeita Maninha ocupa cargos majoritários desde a época da prefeita Adriane Prado, há quase 10 anos, quando vinha sendo vice-prefeita e secretária municipal das duas gestões anteriores, da gestão passada. Não é de hoje que a maninha acompanha essas problemáticas", disse o morador que pediu para não ser identificado por temer represálias da facção política que defende a atual gestão.

Roderico Junior, do Portal Luís Correia.

Mais visitadas