29 de março de 2022

77% dos adolescentes de 16 a 17 anos ainda não tiraram o título no Piauí

Bom Dia Piauí - Mais de 77% da população entre 16 e 17 anos ainda não tiraram o título de eleitor no Piauí, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações são da reportagem da TV Clube exibida nesta terça-feira (29/03).


Esse número é preocupante, tanto que além do TSE, do TRE, instituições, artistas estão desenvolvendo campanhas para estimular esses jovens e trazerem para dentro do processo eleitoral.

Para o cientista político Victor Sandes, a base da democracia está no ato de votar.

"Sem cidadãos que votam, de fato a gente não tem a possibilidade de escolher representantes políticos. Os que não obteve, devem ter o título ainda para poder conseguir nas eleições deste ano, exprimir suas preferências por meio da escolha de representantes, que representa seu modo de pensar, que leve suas demandas, consigam de fato transformar isso em políticas públicas eficazes e eficientes para nossa sociedade.

Prazo até dia 04 de maio

O prazo final para tirar o título de eleitor a tempo de votar nas Eleições Gerais de 2022 está perto. Dia 4 de maio termina o período para alistamento e regularização eleitoral, e quem não estiver quite com a Justiça Eleitoral não vai poder votar no pleito, marcado para 2 de outubro.

Para ajudar quem ainda não resolveu essa pendência, o jornalista Henrique Amaral explica neste vídeo que dá para fazer tudo isso pelo Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na plataforma Título Net, de forma simples e gratuita, com apenas dois documentos: comprovante de residência e documento oficial com foto. Homens em idade militar também precisam do comprovante de quitação do serviço.

O vídeo integra uma playlist especial no canal do TSE no YouTube, lançada em fevereiro, que demonstra o passo a passo para acessar e utilizar uma série de serviços gratuitos que são disponibilizados no Portal do Tribunal na internet. O material é produzido pela Coordenadoria de Audiovisual da Secretaria de Comunicação da Corte Eleitoral.

Desde a estreia da playlist, já foram divulgados três vídeos, sempre com a proposta de mostrar em detalhes os serviços gratuitos da Justiça Eleitoral que podem ser feitos on-line. O quarto vídeo explica, em pouco mais de um minuto, que quem não tirou o título ainda pode acessar os sites do TSE ou dos Tribunais Regionais Eleitorais para regularizar a situação.

Semanalmente, o TSE disponibilizará novos vídeos com orientações sobre como verificar a situação do título, consultar o status cadastral e quitar pendências com a Justiça Eleitoral, entre outros temas.

Passo a passo para tirar o título

Para emitir de maneira on-line a primeira via do título eleitoral, basta acessar o sistema Título Net. Prepare o celular, pois você vai precisar dele para tirar selfie e comprovar a identidade.

Depois de confirmar o estado em que mora, você será redirecionado para a página seguinte, que indica os documentos que deverá ter em mãos para dar andamento à solicitação. São eles: fotografia segurando um documento oficial de identificação brasileiro; comprovante de residência atualizado; e certificado de quitação de serviço militar (para homens de 18 a 45 anos que ainda não tenham título eleitoral).

Depois, é só informar os dados de identificação. No menu “Título de eleitor”, busque pela opção “Não tenho”, preencha os campos indicados pelo sistema e siga para a próxima tela. Em “Requerimento – Dados pessoais”, complete as informações restantes e anexe as fotografias solicitadas pelo sistema. É nessa fase que pessoas transexuais ou travestis poderão indicar se desejam utilizar o nome social no título de eleitor.

Acompanhe o requerimento

Completadas as etapas anteriores, você deve aguardar a análise do pedido pela Justiça Eleitoral. O processo também pode ser acompanhado pela internet. Para isso, basta acessar a guia “Acompanhar Requerimento” e informar o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento.

Após o processamento dos dados, se não houver qualquer pendência, é só baixar o aplicativo e-Título no celular ou tablet e utilizar a versão digital do documento, dispensando-se o título em papel. O download do app é gratuito e pode ser feito na Google Play e na App Store. O aplicativo funciona tanto no sistema operacional Android quanto no iOS.

Fonte: 180 Graus

Mais visitadas