28 de dezembro de 2021

Luís Correia - Pesquisa sem divulgação de dados comprobatórios em prol de Maninha Fontenele ressoa como fakenews no município

    Uma suposta pesquisa encomendada foi difundida na última quinta-feira, 23/12, mostrando que a atual prefeita, Maninha Fontenele, estaria com 71,14% de aprovação popular no município, fato que gerou discordância e, de certo modo, expressiva indignação nos populares em Luís Correia que por sua vez alegam não terem visto, nem ouvido falar da presença dos representantes do instituto em seus bairros e comunidades, sendo que a divulgação é clara em afirmar o seguinte: 71,14% dos luíscorreienses. Dando a entender que 100% de toda população foi entrevistada.


    Por outro lado, a ASCOM (que não se identificou de onde seria) divulgou uma matéria expondo o nome do instituto que produziu a suposta pesquisa. Porém, no texto divulgado não foram expostos os dados comprobatórios que legitimam qualquer tipo de pesquisa, como por exemplo a relação dos bairros e comunidades visitadas, bem como o período de levantamento dos dados e nem muito menos o número de entrevistados que participaram da pesquisa em suas devidas localidades. Sem falar que o instituto contratado não é tão conhecido nas mídias piauienses.

    Diante de tantas ausências e omissões na divulgação, a pesquisa passou a ser considerada uma fakenews para amenizar a alta taxa de rejeição por parte da prefeita Maninha Fontenele em Luís Correia, como demonstra outras pesquisas realizadas por institutos com a devida credibilidade, sobretudo quando trabalham junto as TVs e portais regionais do Piauí ao expor todos os dados de suas análises. 

    Vale ressaltar que, de acordo com os dados oficiais divulgados pelo TRE-PI (Tribunal Regional Eleitoral), a atual prefeita foi eleita com mais de 70% de rejeição do eleitorado nas urnas, ficando a frente do segundo colocado Kim do Caranguejo com apenas 80 votos de diferença. 


    Cercada por escândalos, como por exemplo a suspeita de prática de nepotismo reportada até mesmo por canal de TV piauiense, a então administração municipal também vem sendo bastante cobrada e supervisionada pelo Ministério Público de Luís Correia, o qual vem atuando contra as irregularidades praticadas pelo governo Maninha Fontenele. 

Roderico Júnior, do Portal Luís Correia.

Mais visitadas