11 de novembro de 2021

Mulher corta pênis e testículos de homem após ele tentar estuprá-la

Um homem de 41 anos teve 80% do pênis e dos testículos cortados após tentar estuprar uma mulher, de 59. A suspeita foi presa por lesão corporal e disse que era perseguida com frequência, além de já ter sido estuprada pelo homem outras vezes. O caso foi registrado no distrito de Bichinho, em Prados, na região Central de Minas Gerais, no último domingo (07/11). Por meio de nota (veja na íntegra abaixo), a Polícia Civil explica que a mulher foi presa em flagrante. As informações são do BHAZ.

A Polícia Militar informou ter sido acionada por uma enfermeira da Santa Casa após o homem ter dado entrada na unidade de saúde com lesão corporal grave. A vítima conversou com os militares e revelou o nome da autora. Buscas foram realizadas e o filho da suspeita localizado depois do rastreamento.

Imagem meramente ilustrativa

O familiar revelou que a mãe agiu em legítima defesa, pois o homem tentou violentar a ente. De acordo com o rapaz, já tem algum tempo que a mãe era importunada pela mesma pessoa e que ela já foi estuprada por ele outras vezes.

A mulher nunca revelou os abusos sofridos para filhos e marido, pois era ameaçada e temia represálias.

Suspeita conta detalhes

A PM localizou a suspeita do crime de lesão corporal e ela revelou que, no domingo, o rapaz a agarrou a força enquanto estava na área externa da própria casa.

O homem, segundo ela, chegou a ficar nu. A mulher contou ter aproveitado um momento de distração dele e falou que iria pegar um papel dentro de casa. Assim que voltou, ela desferiu os cortes com faca na região da genitália.

A suspeita confessou a intenção de decepar o pênis e o testículo do homem. Ela foi presa em flagrante e levada para a Delegacia de Plantão de São João Del Rei.

Homem é transferido

A vítima teve 80% do pênis e do testículo cortados. Após os primeiros atendimentos, o homem teve que ser transferido para a Santa Casa de Misericórdia São João del-Rei. O estado de saúde não foi informado.

Nota da Polícia Civil na íntegra

“A Polícia Civil informa que a suspeita, de 59 anos, conduzida à Delegacia de Plantão em São João Del Rei, na data dos fatos (08/11), foi ouvida e teve a prisão em flagrante ratificada por lesão corporal grave. Com os procedimentos de exame pericial requisitados tanto para a vítima, de 41 anos, quanto para a mulher, os fatos estão sendo apurados pela Delegacia de Polícia Civil em Prados, onde foi instaurado Inquérito Policial e a investigação segue em andamento”.

Fonte: 180 Graus

Mais visitadas