23 de agosto de 2021

Padrasto é preso por estuprar e fotografar enteada de seis anos; mãe sabia e culpava filha

Um homem de 58 anos e uma mulher de 40 anos foram presos nesse sábado (21/08) após a Polícia Militar e o Conselho Tutelar descobrirem que o homem estuprava a enteada de seis anos e fotograva a criança nua e a mãe, esposa do suspeito, sabia das fotos, não protegia a filha, não denunciava o marido e culpava a menina. As informações são do O Livre.


O caso aconteceu em Nova Santa Helena (600 km de Cuiabá).

A Polícia Militar chegou ao caso após receber uma denúncia anônima de que o suspeito teria em seu depósito fotos da enteada criança nua. O Conselho Tutelar foi acionado e duas conselheiras foram até a casa da família com os policiais.

As conselheiras conversaram com a criança, que relatou às profissionais que o padrasto tinha fotos dela no celular dele. Ela contou, ainda, que o padrasto a estuprava desde que a mãe havia começado a morar com ele e exigia que ela tirasse fotos e vídeos nas posições que ele queria.

Os militares, então, conversaram com a mãe da criança, que afirmou que sabia das fotos e que havia conversado com seu marido sobre as imagens e ele havia dito que a enteada que havia tirado. Após dizer isso, a mulher disse para os policiais que a filha que era culpada.

Além disso, a mãe disse aos policiais que não havia notado qualquer diferença na vida sexual do casal e, por isso, não achava que o marido estivesse fazendo algo errado. E que o marido ter pedido fotos nuas da filha dela não era incomum.

O homem foi algemado e o celular dele foi apreendido. A mãe também foi presa por saber das fotos e não ter tomado nenhuma providência. Ambos foram levados para a delegacia.

O caso foi registrado como adquirir, possuir, ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo, ou outra forma de registro, que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

Fonte: 180 Graus

Mais visitadas