27 de agosto de 2020

Barracas são notificadas por exceder o limite de clientes por mesa em Luís Correia, no Piauí

Duas barracas de praia foram notificadas durante o primeiro fim de semana após o decreto que estabeleceu a volta do turismo em Luís Correia, a 338 km de Teresina, no Litoral do Piauí. Os estabelecimentos foram autuados por descumprimento do limite da quantidade máxima de clientes por mesa, que é de até quatro pessoas.

Barracas de praia voltam a funcionar com limitação de clientes e distanciamento entre mesas — Foto: Arquivo Pessoal/Marcela Marreiros
Barracas de praia voltam a funcionar com limitação de clientes e distanciamento entre mesas — Foto: Arquivo Pessoal/Marcela Marreiros

De acordo com a Vigilância Sanitária, é dever do estabelecimento realizar a orientação já na chegada dos clientes e fiscalizar se os protocolos de segurança estão sendo cumpridos.

A Polícia Militar do Piauí informou ao G1 que não participou das abordagens com a Vigilância Sanitária nesse fim de semana, e o Ministério Público afirmou que até o momento não foi comunicado das ocorrências envolvendo descumprimento do decreto municipal.

O tenente Mesquita Júnior, da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR), disse que a PM realizou policiamento ostensivo na região e que houve uma ocorrência envolvendo uma remoção de uma motocicleta que estava na orla, onde é proibido trânsito de veículos.

Turista sente mudanças

A nutricionista Marcela Marreiros, que é natural de Teresina, esteve no litoral piauiense nesse fim de semana, e informou que a movimentação estava tranquila.

“Na [Praia de] Atalaia, tinham poucos carros, a maioria das barracas não voltaram a funcionar e as que estavam funcionando havia poucas pessoas", contou.

Marcela relatou que na pousada onde ficou hospedada houve mudança no funcionamento, para atender as medidas de segurança sanitária.

"Para tomar o café da manhã eles avisam quando podemos ir ao refeitório, é organizado em grupos. Os funcionários de máscara e álcool em gel disponibilizado na pousada e nas barracas", disse.

Fonte: G1 -PI | Edição: Portal Luís Correia .com

Mais acessadas