29 de março de 2020

Ministério lança material nas redes sociais para orientar quilombolas, ciganos e indígenas sobre o novo coronavírus

A iniciativa do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) visa, por meios das redes sociais, levar informações específicas a povos e comunidades tradicionais, como quilombolas, ciganos e indígenas, sobre a prevenção ao novo coronavírus (Covid-19). O órgão elaborou uma série de postagens nas redes sociais com orientações para esses segmentos.

Agência Brasil
Os materiais começaram a ser divulgados no início da semana nas redes sociais do MMFDH. Os cartões também podem ser compartilhadas no Whatsapp, Telegram e outros aplicativos.

“O MMFDH, por meio da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR), tem somado esforços junto ao Governo Federal para garantir a promoção dos direitos das comunidades tradicionais. E isso passa pelo direito à informação correta para a prevenção ao Covid-19. Esses materiais reforçam a orientação segundo seus costumes”, afirmou a secretária nacional da SNPIR, a indígena Sandra Terena.

As orientações podem ser encontrados na seguintes redes sociais:

Instagram:
@min_direitoshumanos
@igualdaderacial

Facebook:
@direitoshumanosbrasil
@igualdaderacial.br

Twitter:
@DHumanosBrasil
@seppir

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

Mais acessadas