13 de junho de 2019

Dos turistas estrangeiros que visitaram o Brasil em 2016, 95% pretendem voltar ao país


Uma boa notícia para o mercado turístico brasileiro foi trazida pela pesquisa do Ministério do Turismo (MTur): 95% dos turistas estrangeiros que estiveram no Brasil em 2016 têm intenção de voltar ao país. O levantamento divulgado nesta quarta-feira, 12 de junho, avaliou 16 itens de infraestrutura e serviços turísticos, como por exemplo, hospitalidade, alojamento, gastronomia, aeroportos, segurança, limpeza e sinalização turística. Ao todo, 37.6 mil turistas foram entrevistados e para 87,7% deles a experiência superou ou atendeu plenamente a expectativa.



A hospitalidade brasileira foi o item mais bem avaliado, seguido das categorias alojamento, gastronomia e restaurantes. Telefonia e internet receberam o menor índice de aprovação, mas os demais 15 itens receberam avaliações superiores à 70%, e a avaliação final da experiência no Brasil foi positiva para 87,7% dos entrevistados. A pesquisa considerou como etapa especial a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.


Em 2016, 56,8% dos turistas eram da América do Sul, e os argentinos lideraram a entrada de visitantes no país. A segunda principal origem é dos Estados Unidos, mais de 570 mil no ano. Apesar de representar maioria dos estrangeiros, os sul-americanos gastam pouco durante as viagens. Os turistas europeus e dos Estados Unidos gastam aproximadamente o dobro, com destaque para os norte-americanos que gastaram US$ 1.234, quase 2,2 vezes mais que os argentinos, US$ 548,92.


O turismo de Sol e Praia continua sendo o principal atrativo brasileiro, responsável por 68,8% da motivação das viagens a lazer. Já 16,6% dos estrangeiros buscavam natureza, ecoturismo ou aventura em sua experiência no Brasil e 9,7% citaram o turismo cultural com principal motivo da escolha pelo país. A visitas a amigos e parentes representaram 21% das motivações; e o turismo de negócios, eventos e convenções motivou 18,7% do total. EBC


Mapeamento

Anualmente, o MTur promove a Pesquisa Demanda Internacional para verificar o perfil dos turistas estrangeiros - gastos, destinos, local de residência, motivações, interesses, hábitos e avaliações. De acordo com os dados, o Rio de Janeiro é o destino turístico preferido pelos turistas de lazer, representando 32,2%, seguido por Florianópolis, Foz do Iguaçu e São Paulo. No turismo de negócios, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre e Belo Horizonte são as mais visitadas.


A Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem orientado os gestores locais a investirem em potenciais turísticos, uma vez que o Turismo acontece nos Municípios. Por meio de publicações, vídeos e publicações, a entidade destaca que a atividade envolve mais de 50 atividades econômicas em todo o país, e é uma alternativa de incremento de receitas para a administração municipal. A Confederação lembra ainda que o Turismo, no Produto Interno Bruto (PIB) nacional, representa 8% da economia e envolve cerca de 7 milhões de trabalhadores empregados.


Da Agência CNM de Notícias, com informações da ABr

Mais acessadas