27 de março de 2019

HU-UFPI realiza capacitação em intercorrências clínicas em pacientes oncológicos​


O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), deu início na quinta-feira (21) ao curso de capacitação em intercorrências clínicas em pacientes oncológicos, direcionado a médicos, enfermeiros e assistentes sociais da rede municipal de saúde de Teresina.


Promovido pela Gerência de Ensino e Pesquisa do Hospital e com apoio da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da Liga Acadêmica de Telessaúde (Lats), vinculada à graduação em Medicina da UFPI, o curso continuou na sexta (22), quando foi encerrado o módulo teórico. “É muito importante que se tenha compreensão dos conceitos básicos e da condução das intercorrências clinicas mais comuns em pacientes oncológicos”, lembra o oncologista André Sobral, ministrante da abertura do curso e chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HU-UFPI, ao falar sobre a importância do curso.

A carga-horária é de 44h para médicos e enfermeiros e de 20h para assistentes sociais. “É um curso de atualização para profissionais que trabalham em hospitais de média e baixa complexidade e em unidades de pronto-atendimento no manejo das intercorrências clinicas em pacientes oncológicos”, explica o médico Victor Campelo, coordenador do curso e chefe da Unidade de E-saúde do HU-UFPI.

Para Camila Barbosa, Chefe da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia do HU-UFPI, “é importante, entre outras coisas, que se compreenda aspectos emocionais no diagnóstico, tratamento, reabilitação e terminalidade”, enfatiza a enfermeira, ao se referir aos objetivos do curso, que segue até o mês de abril com seu módulo teórico.

Sobre a Ebserh

Desde abril de 2013, o HU-UFPI é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é promover, em parceria com as universidades, o ensino, a pesquisa e a extensão nas unidades filiadas, além de aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte: Universidade Federal do Piauí.

Mais visitadas