22 de março de 2019

Brasil e Chile: relação de reciprocidade e intercâmbio comercial


A chegada do presidente Jair Bolsonaro à capital Chilena foi destaque na capa do El Mercurio, jornal de maior circulação no país. Na edição desta sexta-feira (22), o jornal publicou entrevista onde o presidente brasileiro fala de temas como a importância da união entre os países da América do Sul e também sobre os primeiros meses de seu governo.


O presidente destacou a relação que o Brasil tem com o Chile. Em 2018, o Brasil foi o principal parceiro comercial chileno na América Latina, enquanto o Chile foi o segundo sócio do Brasil na América do Sul. “As relações entre Brasil e Chile caracterizam–se pela amizade, reciprocidade e pelo dinamismo do intercâmbio comercial e empresarial, disse. Segundo ele, os dois países entendem que as iniciativas de integração regional em curso podem ser convergentes e trabalham juntos para promover o diálogo entre a Aliança do Pacífico e o Mercosul.

Sobre os primeiros meses de governo, Bolsonaro explicou que o trimestre inicial foi dedicado à reestruturação do governo “com a redução no número de ministérios, à assunção das pastas pelos titulares, ao encaminhamento das primeiras propostas ao Congresso e à desconstrução de práticas não producentes de governos anteriores”.

Sobre a Venezuela, Bolsonaro destacou que situação atual é “caótica” e “insustentável” e que traz consequências migratórias para nosso país que exigem atuação humanitária por parte do governo. “O Grupo de Lima, do qual o Brasil é signatário, já declarou apoio a Juán Guaidó, como solução de transição de uma Venezuela ditatorial para uma democrática. Por tudo isso, buscaremos incessantemente uma opção diplomática.”

Fonte: Planalto.

Mais acessadas