sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Candidato defende as escolas em tempo integral como solução para a educação


Átila Lira candidato a deputado federal expôs durante debate suas propostas para continuar beneficiando a educação no estado.


O candidato Átila Lira (PSB) participou na manhã desta quinta-feira, 13, do debate com candidatos a deputado federal realizado pela Rádio Jornal Meio Norte com o tema “Educação Pública”. Átila, que tem como slogan de campanha “Só a Educação transforma”, defendeu seu principal projeto que é a ampliação das escolas em tempo integral como solução para a educação e proteção da criança e da família.

“Eu vejo na escola em tempo integral uma solução permanente para a sociedade brasileira, pois cuida da criança desde a base, de 0 a 6 anos, até a formação do adolescente, ao final do ensino médio. Aqui no Piauí, como secretário de educação, dupliquei o número de escolas em tempo integral e a minha esperança é prosseguir nesse projeto como deputado federal” afirmou o candidato.

Atualmente o Piauí conta com 79 escolas em tempo integral e ao ser questionado sobre a implantação da educação à distância no ensino médio, Átila enfatizou que essa modalidade de ensino não é uma solução para a educação no Brasil, especialmente o Piauí que não oferece boa estrutura tecnológica nas escolas.


“O ensino presencial é absolutamente imprescindível na educação do estudante em fase de formação. No nível médio e na educação fundamental o ensino à distância só deve ser utilizado de forma complementar e corresponder a, no máximo, cerca de 10% do currículo e com um grande monitoramento. O Piauí sofre muito, pois a tecnologia não é bem aplicada e não temos boa estrutura de acesso à internet no interior do estado” explicou.

Átila concluiu o debate comentando seus principais projetos e soluções para educação do Piauí e do Brasil. “Eu tenho três teses fundamentais para a educação: escola integral, escola técnica profissionalizante e o Fies. A minha visão é que a boa escola depende de tecnologia, gestão, família e professor. Esses quatro aspectos fazem a boa escola”, finalizou.

Fonte: ASCOM