terça-feira, 18 de setembro de 2018

Átila Lira pretende aumentar número de escolas técnicas no estado


O candidato a deputado federal Átila Lira (PSB) declarou em entrevista concedida nesta terça-feira (18) que uma das suas principais propostas é aumentar o número de escolas técnicas estaduais e federais.



Atualmente o Piauí conta com unidades do Instituto Federal do Piauí em 19 cidades do estado, além das escolas técnicas estaduais. Átila Lira enfatiza seu trabalho na Secretaria de Educação do Estado e no Ministério da Educação na ampliação do ensino técnico no Piauí.

“Quando fui secretário no Ministério da Educação iniciei uma série de programas no Brasil e eu não deixei de ajudar o Piauí. Eu ampliei o Instituto Federal do Piauí e ajudei a criar várias escolas técnicas no estado em cidades como Guadalupe, Pio IX, José de Freitas e vários outros municípios” afirma.

Átila, que já foi Secretário de Educação Técnica Profissional e Tecnológica, vê no ensino técnico a oportunidade de maior empregabilidade dos jovens egressos de escolas técnicas e institutos federais.

“Dentro desse pensamento da escola técnica como fator que facilita a vida do jovem para a obtenção do emprego, é que eu quero trabalhar mais ainda, obtendo recursos para que as escolas técnicas não fiquem apenas nas cidades regionais, mas possam também ser implantadas em cidades acima de 20 mil habitantes” conclui o candidato.

Fonte: Ascom

Capitania dos Portos realiza provas para admissão à Escola Naval


A Capitania dos Portos do Estado do Piauí, unidade da Marinha do Brasil em Parnaíba, realizou neste final de semana as provas para Admissão à Escola Naval com 23 inscritos, sendo 12 mulheres. Foram dois dias de provas de conhecimento em matemática, física, português, redação e inglês. A cidade não realizava esse concurso há 25 anos.



Em anos anteriores as provas eram realizadas no Maranhão ou Ceará, um gasto a mais e contratempo para quem queria tentar uma vaga. São 31 vagas para todo o Brasil.

O suboficial Nobre disse que o acesso às informações sobre os concursos para ingressar na Marinha agora ficou fácil, disponibilizadas no site e pelo acesso através da internet. “Estou na Marinha há 25 anos e nosso meio de comunicação era alguém falando para outro que estava aberto o concurso para Marinha e as informações eram distorcidas, porque não se tinha a certeza se era verdade e as ligações também eram caras”.

Estabilidade, realização profissional e pessoal são motivos que fazem jovens sonharem com uma carreira militar, como é caso de Demóstenes Maues, que tem 22 anos e sonha em seguir a carreira militar desde criança. E com as provas sendo realizadas em Parnaíba, ele verificou que ficou mais perto a concretização do sonho, sem a necessidade de deslocamento.

“Desde cinco anos de idade eu sempre falava para minha mãe que eu queria ser marinheiro. Eu conhecia uma pessoa aqui da Capitania e fui me informando como eu deveria fazer minha inscrição pelo site da Marinha. Já fiz três vezes para aprendiz de marinheiro, mas sem êxito. E quando soube da Escola Naval me dediquei horas de estudos, para conquistar a tão sonhada vaga, porque as provas são difíceis”, enfatizou o candidato.

As mulheres também sonham em seguir a carreira militar. Com 19 anos a candidata Iarli Correia tem o sonho de entrar na área militar, seja na Marinha ou na eronáutica. “Acho muito legal a área militar. Essa é primeira vez que eu faço para a Marinha, mas tinha feito para Aeronáutica. Um sonho que eu tenho desde pequena”.

O Capitão dos Portos, Dante Benjamim Rodrigues Duarte Lima destaca a importância da realização das provas aqui na cidade de Parnaíba e dessa forma dar condições iguais para todos os candidatos. “Antigamente acontecia o deslocamento dos candidatos e tinha uma logística para cidades do Maranhão ou Ceará. Agora a Capitania dos Portos passa a possibilidade de realização das provas dentro da sua própria cidade e isso traz uma tranquilidade para os candidatos que estão tentados aquela tão sonhada vaga”, disse o Capitão.

Dante falou da credibilidade das Forças Armadas na sociedade e da participação das mulheres dentro da Marinha, em todas as atividades, sejam elas operacionais técnicas ou administrativas.

Participação das Mulheres

“Hoje as Forças Armadas são a instituição que tem maior credibilidade na sociedade, graças a um trabalho e esforço nosso, em mostrar a importância do nosso trabalho. As Forças Armadas atuam em diversas funções dentro do Brasil e é um orgulho. Vale lembrar que a Marinha é a primeira Força que admitiu mulheres militares em seus quadros. Foi uma visão de empreendedorismo do almirante e então ministro de Estado, Maximiliano Eduardo, que possibilitou a entrada das mulheres, fato que aconteceu em 1980, um marco. Em 1997 as mulheres tinham na Marinha função específica e sendo ampliada para diversas outras áreas. Em 2012, a primeira força a ter oficial militar almirante e médica Dalva Maria. Uma inovação”.

No ano de 2017 foi liberado o acesso a todos os cargos de oficiais da Marinha. As mulheres poderão ser admitidas nas atividades operativas da Marinha, podendo integrar o corpo da Armada e o de Fuzileiros Navais, até então restritos apenas aos homens.

Com uma carreira sólida como dentista, Nayla Silva, agora tenente, 35 anos, tinha um objetivo: ingressar na carreira militar. “Desde muito nova tinha esse desejo de entrar na Marinha. Já minha mãe tinha muito receio pelas Forcas Armadas, mas dentro do meu coração tinha muita vontade. Mas não consegui ingressar como marinheira e seguir carreira. Quando me formei em odontologia eu vi possibilidade de ingressar. Dentro da área militar sempre tive uma paixão pela cor branca e sou da área da saúde, que usa branco. Conseguir unir as duas coisas e representar a Marinha do Brasil e exercer minha profissão”, relatou.

Depois do resultado das provas os candidatos vão passar por alguns exames como inspeção de saúde, teste de aptidão física, verificação de dados biológicos, verificarão de documentos, avaliação psicológica e período de adaptação. Quem tem interesse em saber quais os concursos que estão disponíveis para ingressar na Marinha do Brasil, acesse: www.igressonamarinha.mar.mil.br.

Fonte: ASCOM

Diretor da Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz: 'De forma alguma'


O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, descartou hoje (18) a possibilidade de revisão no valor das bandeiras tarifárias. Com variação entre verde, amarela e vermelha (em dois patamares) as bandeiras geram custos adicionais à conta de luz que vão de R$ 1 a R$ 5. Há quatro meses, está sendo cobrada a bandeira vermelha no segundo patamar, o que gera cobrança extra de R$ 5 a cada 100 kilowatts-hora consumidos.



“De forma alguma”, disse Pepitone ao responder questionamentos de jornalistas. De acordo com o diretor, não há, no momento, necessidade de mexer no valor das bandeiras.

As bandeiras são acionadas em período de escassez de chuvas, quando há redução no nível dos reservatórios nacionais. Nesses períodos há o acionamento de usinas térmicas, cujo custo de produção é mais alto.

A revisão do valor das bandeiras tem sido apontada pela Associação Brasileira dos Distribuidores de Energia (Abradee) como uma saída para enfrentar problemas de caixa com a compra de energia termelétrica mais cara no mercado para compensar uma menor geração das hidrelétricas.

Pepitone disse que “a princípio a Aneel não enxerga nenhum desequilíbrio nas contas”. De acordo com o diretor-geral da Aneel, possíveis descasamentos serão resolvidos durante os procedimentos de revisão tarifária das distribuidoras de energia.

Bandeira vermelha

Ao manter a bandeira vermelha no patamar 2 no quarto mês seguido, a Aneel apontou a baixa incidência de chuvas, também chamada de risco hidrológico, ao lado do preço da energia elétrica no mercado de curto prazo (Preço de Liquidação das Diferenças), como as principais variáveis que influenciaram a manutenção da cor da bandeira tarifária.

"Como consequência o preço da energia elétrica no mercado de curto prazo (PLD) ficou próximo ao valor máximo estabelecido pela Aneesl, não se vislumbrando melhora significativa do risco hidrológico (GSF). O GSF e o PLD são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada", disse a Aneel ao manter a bandeira vermelha no patamar 2, em setembro.

Por conta da estiagem e do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, os consumidores pagaram R$ 1,2 bilhão a mais nas contas de luz no primeiro semestre deste ano.

Fonte: Agência Brasil

Cordel e outros cinco bens podem se tornar patrimônio cultural do Brasil


O Brasil pode ganhar, nesta quarta-feira (19/09) e quinta-feira (20/09), seis novos patrimônios culturais. Em reunião no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural vai avaliar os registros da literatura de cordel, da Procissão do Senhor dos Passos, em Florianópolis (SC), e do Sistema Agrícola Tradicional das Comunidades Quilombolas do Vale do Ribeira (SP) e os tombamentos do Acervo Arthur Bispo do Rosário e dos terreiros de candomblé Ilê Obá Ogunté Sítio Pai Adão, em Recife (PE), e Tumba Junsara, em Salvador (BA).
Francisco Moreira da Costa
 Apesar de ter começado no Norte e no Nordeste do país, o cordel hoje é disseminado por todo o Brasil, principalmente por causa do processo de migração de populações. Em todo o país, é possível encontrar esta expressão cultural, que revela o imaginário coletivo, a memória social e o ponto de vista dos poetas sobre acontecimentos vividos ou imaginados. A Literatura de Cordel no Brasil é o resultado de uma série de práticas culturais em que os cantos e os contos constituem as matrizes para uma série de formas de expressão. Na formação da cultura brasileira, da qual a literatura de cordel faz parte, tanto indígenas quanto africanos e portugueses adicionaram práticas de transmissão oral de suas cosmologias, de seus contos e de suas canções. A avaliação do cordel será nesta quarta-feira (19/09).  

O tombamento do acervo do sergipano Arthur Bispo do Rosário também será avaliado nesta reunião. Com uma vida repleta de mistérios, o artista ganhou destaque no universo da arte contemporânea sem querer. Seguindo as vozes que o ordenavam a reconstruir o mundo, deu início a suas obras, produzidas sem o propósito de serem consideradas culturais e que geraram debates sobre os limites entre a arte e a loucura. A coleção principal é formada por 805 peças, entre elas estandartes, indumentárias, vitrines, fichários, móveis, objetos (recobertos com fio azul ou não) e vagões de espera. O acervo é composto por peças elaboradas em diversos materiais, como vidro, madeira, plástico, tecidos, linhas, botões, gesso, e diversos itens recolhidos do lixo e da sucata. 

Acervo Iphan 
A Procissão do Senhor dos Passos, da Igreja Católica, é realizada em Florianópolis (SC) há 250 anos e reúne em média 60 mil fiéis. Com duração de uma semana, sempre 15 dias antes da Páscoa, a celebração é marcada por momentos simbólicos, entre eles a Procissão do Encontro, o ápice ritual que encena a Paixão de Cristo e tem como momento máximo o sermão que marca o encontro entre o Cristo e sua mãe, na quarta estação da Via Crucis. A história da Procissão tem início com a chegada da imagem à cidade, então vila de Nossa Senhora do Desterro, em 1764. O registro será avaliado nesta quinta-feira. 

Mara Freire 
Desde o período colonial, o rio Ribeira do Iguape, no estado de São Paulo, viu o cultivo de mandioca, milho, feijão e arroz tornar-se o eixo estruturante do modo de vida de comunidades quilombolas que se instalaram nas suas margens. Esse modo de fazer roça e os bens culturais a ele associados integram o Sistema Agrícola Tradicional das Comunidades Quilombolas do Vale do Ribeira, cujo registro como patrimônio imaterial será avaliado nesta quinta-feira. Entre o apogeu e a decadência da exploração do ouro, foi a agricultura de subsistência que permitiu a permanência dos grupos afrodescendentes nos vales e montanhas da região. Muito além de uma atividade econômica, o plantar e colher estabeleceu as trocas com a natureza, os laços de parentesco e compadrio, a fabricação de materiais para o uso diário, a expressão do divino e as manifestações religiosas, de música e dança, transmitidos entre as sucessivas gerações que ali moraram.  

Mara Freire 
Um dos primeiros terreiros de Xangô em Pernambuco foi o Ilê Obá Ogunté Sítio de Pai Adão. A casa possui uma relevância histórica para compreensão das religiões de matrizes africanas no Brasil. O nome é homenagem a um de seus sacerdotes: Pai Adão, um dos maiores propagadores do nagô pelo Recife, que ajudou a fundar outros terreiros e tornou-se referência na cidade. Em função disso, Pai Adão gozava de grande estima e respeito da parte dos intelectuais que pesquisavam sobre os Xangôs de Pernambuco. 

Acervo Iphan 
Legado, resistência e religiosidade compõem a essência do Terreiro Tumba Junsara, em Salvador (BA), que está entre os mais antigos de tradição Angola no Brasil. Fundado em 1919 pelos irmãos Manoel Rodrigues e Ciriaco, o Terreiro de candomblé faz da milonga (mistura) um caminho para manter suas referências culturais. Uma característica da Nação Angola, por exemplo, é a presença de um culto específico em reverência aos ancestrais indígenas. O tombamento dos dois terreiros será avaliado na quinta-feira.

Sobre o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural  

O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural é o órgão colegiado de decisão máxima do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), para as questões relativas ao patrimônio material e imaterial. São 26 conselheiros que representam os ministérios da Educação, das Cidades, do Turismo e do Meio Ambiente, o Instituto Brasileiro dos Museus (Ibram), o Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos), o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), a Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), a Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e mais 13 representantes da sociedade civil, com especial conhecimento nos campos de atuação do Iphan.

Serviço:

Reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural
Data: 19 e 20 de setembro de 2018, a partir das 9h
Local: Forte de Copacabana
Praça Coronel Eugênio Franco, 1, Posto 6
Copacabana, Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: AsCom/MinC

FPM: CNM alerta prefeitos sobre queda no repasse do segundo decêndio


As prefeituras recebem na próxima quinta-feira, 20 de setembro, o 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) que apresenta queda no repasse. O montante da partilha é de R$ 473, 5 milhões já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) reitera o alerta aos prefeitos para que mantenham cautela na gestão dos recursos, principalmente neste segundo semestre quando a tendência é de diminuição nos valores transferidos aos entes locais.



Em valores brutos, ou seja, incluindo o Fundeb, o montante a ser repassado aos Municípios é de R$ 591, 9 milhões. De acordo com os dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 2º decêndio de setembro de 2018, comparado com mesmo período de 2017, apresentou queda de 4,31% em termos nominais. Nesse caso, foi comparado os valores sem considerar os efeitos da inflação.

Já quando o valor do repasse é deflacionado e comparado ao mesmo período de 2017, a transferência do FPM apresenta redução de 8,01%, ou seja, levando em consideração a inflação do período.

Acumulado 

O acumulado do FPM ao longo de 2018 tem apresentado crescimento positivo. A CNM informa que o total repassado aos Municípios desde janeiro até o 2º decêndio de setembro de 2018 indica crescimento de 7,17%, em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017.

No cenário em que é considerado o comportamento da inflação, o FPM acumulado deste ano representa crescimento de 3,64% em caso de ser comparado com o mesmo período do ano anterior. Diante dessas informações, a CNM reforça que os dois repasses do Fundo de setembro deste ano foram menores que os da mesma época de 2017.

Esse comportamento é previsto para o segundo semestre em que, normalmente, os repasses do fundo costumam ser menores em relação aos seis primeiros meses do ano. No entanto, apesar desses resultados, o acumulado do ano do FPM é de crescimento na comparação com o ano anterior. Por isso, a Confederação sempre tem alertado os gestores para não serem pegos de surpresa com resultados inesperados do repasse do FPM. Acesse os dados completos do FPM. 

Fonte: Da Agência CNM de Notícias

Repleta de brasileiros, Liga dos Campeões começa nesta terça-feira


Vai começar a fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/2019! Nesta terça-feira (18), 16 times entram em campo para iniciar esta etapa da competição, com brasileiros como protagonistas em quase todos eles. No total, 65 brazucas estarão no torneio nesta temporada.

Créditos: Miguel Ruiz/FCB
Pelo Grupo A, o Monaco, do zagueiro Jemerson, encara o Atlético de Madrid, de Filipe Luís. Os times se enfrentam às 16h (de Brasília), no Stade Louis II. No mesmo horário, no Estádio Jan Breydel, o Club Brugge, de Luan Peres e Wesley, encara o Borussia Dortmund, que não tem nenhum brasileiro no elenco.

O Grupo B promete bons jogos nesta terça. Às 13h55 (de Brasília), a Inter de Milão, do zagueiro Miranda, recebe o Tottenham, de Lucas Moura, no Giuseppe Meazza. Simultaneamente, o Barcelona de Philippe Coutinho, Arthur, Malcom e Rafinha Alcântara, encara o PSV Eindhoven, de Mauro Júnior, no Camp Nou.

O jogo mais esperado desta abertura está no Grupo C, onde Liverpool e Paris Saint-Germain se enfrentam, às 16h (de Brasília), no Anfield. Do lado do time inglês, os brasileiros que estarão em campo são Alisson e Fabinho – Roberto Firmino, após lesão no olho no último fim de semana, ainda é dúvida. E entre os defensores da equipe francesa estão Neymar, Marquinhos e Thiago Silva – o lateral Daniel Alves segue se recuperando da cirurgia no joelho direito, realizada em junho deste ano. Também às 16h, o Estrela Vermelha, que tem Jonathan Cafu, recebe o Napoli, de Allan, no Marakana.

O Grupo D também está recheado de brazucas. Na Arena Aufschalke, às 16h, Schalke 04, que tem Naldo, recebe o Porto, de Felipe e Éder Militão – recém-convocados por Tite para a Seleção Brasileira. No mesmo horário, Mariano, Maicon e Fernando defendem o Galatasaray contra o Lokomotiv Moscou, que não tem brasileiro no elenco. O jogo será no Ali Sami Yen, em Istambul.

Confira abaixo os 65 brasileiros que disputam a Liga dos Campeões 2018/2019:

Barcelona (4): Arthur, Rafinha Alcântara, Philippe Coutinho e Malcom
Manchester City (4): Ederson, Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus
Real Madrid (3): Marcelo, Casemiro e Vinicius Júnior
Atlético de Madrid (1): Filipe Luís
Bayern (1): Rafinha
Liverpool (3): Alisson, Fabinho e Firmino
Manchester United (2): Fred e Andreas Pereira
Juventus (2): Alex Sandro e Douglas Costa
Tottenham (1): Lucas
PSG (4): Marquinhos, Thiago Silva, Daniel Alves e Neymar
Inter de Milão (1): Miranda
Napoli (1): Allan
Valencia (2): Neto e Gabriel Paulista
Roma (1): Juan Jesus
Lyon (3): Marcelo, Marçal e Rafael
Schalke (1): Naldo
Monaco (1): Jemerson
Ajax (1): David Neres
Porto (6): Vaná Alves, Felipe, Éder Militão, Alex Telles, Jorge e Otávio
Benfica (3): Jardel, Gabriel e Jonas
Hoffenheim (1): Joelinton
PSV (1): Mauro Júnior
Shakhtar (9): Ismaily, Maycon, Alan Patrick, Dentinho, Wellington Nem, Taison, Fernando, Marquinhos Cipriano e Júnior Moraes
CSKA (1): Rodrigo Becão
Galatasaray (3): Maicon, Mariano e Fernando
Club Brugge (2): Luan Peres e Wesley
Estrela Vermelha (1): Jonathan Cafu
AEK (2): Rodrigo Galo e Alef

Os confrontos dos grupos E, F, G e H serão disputados na quarta-feira (19).


Fonte: Confederação Brasileira de Futebol

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Candidato participa de Feira de Agricultura em visita à Luis Correia



O candidato a Deputado Federal Átila Lira (PSB) visitou também povoados da região demonstrou preocupação com o turismo no litoral.


A Feira de Agricultura Familiar da região Brandão tem o objetivo de criar e fortalecer a comercialização dos produtos da região de Luís Correia - PI, além de promover trocas de experiências entre agricultores familiares. 

O candidato a deputado federal Átila Lira (PSB) esteve na cidade de Luís Correia neste domingo (16) onde visitou o povoado Bezerro Morto e a 5ª Feira de Agricultura Familiar da região Brandão. Na oportunidade, Átila reuniu-se com a população de pescadores e agricultores. 

Átila visitou ainda a Lagoa do Sobradinho, no município de Luís Correia e mostrou interesse pela expansão do turismo na região litorânea do Piauí. “Precisamos viabilizar o desenvolvimento do turismo no litoral piauiense”, afirma. 

Átila Lira segue cumprindo a agenda e dialogando com a população até outubro.

ASCOM

Roderico Júnior, do Portal Luís Correia.

Kim do Caranguejo recebe apoio de amigos e lideranças no Residencial Brisa Mar - Luís Correia

O prefeito Kim do Caranguejo esteve presente na reunião promovida por amigos e correligionários para propor os rumos em que suas lideranças seguirão nas eleições de outubro próximo. A reunião aconteceu na noite da última sexta-feira (14/09), no Residencial Brisa Mar, em Luís Correia.

Imagem ilustrativa - Primeiro encontro em apoio aos candidatos. (Foto Roderico Júnior, do Portal Luís Correia)
Na ocasião, Kim do Caranguejo reiterou seu apoio sobretudo as candidaturas a (Dep. Estadual) Themístocles Filho (MDB), (Dep. Federal) Átila Lira (PSB) e a de (Senador) Wilson Martins (PSB), proposta bastante aplaudida pelo público presente. Vale ressaltar que o prefeito detém de sinceras amizades, bem como de longas parcerias com fortíssimas lideranças no município e ainda de uma avassaladora preferência popular. 

De acordo com algumas lideranças presentes, o prefeito Kim do Caranguejo vem favorecendo a população luís-correense quando hoje são vistos inúmeros benefícios conquistados sob sua administração. A exemplo temos a construção de novas vias na zona rural, as quais abrem uma série de oportunidades de emprego e renda, tanto pelo incentivo ao turismo quanto à propagação do agronegócio, dando assim maior autonomia àqueles cidadãos que em outrora só eram vistos em épocas de eleições.

Em sua fala o prefeito esclareceu que é necessário para o município poder contar com representantes que de fato estejam comprometidos com o desenvolvimento de Luís Correia. Pessoas como Themístocles Filho, Átila Lira e Wilson Martins que vêm acompanhando de perto a desenvoltura da cidade junto às lideranças locais, assim trabalhando pela maximização dos aspectos como o turismo, a agropecuária e a educação municipal. 

O grupo afirma que o alinhamento de ideias é necessário para que projetos, leis e emendas viabilizem a otimização dos serviços públicos, obras urbanas, ampliações e de outros fatores, como vêm sendo percebidos nesta cidade litorânea.

“É uma grande satisfação estar na presença de alguns amigos e amigas, aqui nessa reunião, e saber que compartilhamos do mesmo pensamento a respeito dos que de fato merecem o apoio do nosso povo. Estou muito feliz por saber que o nosso grupo, por mais espalhado que esteja pela grande Luís Correia, continua acreditando em nosso trabalho e apoiando as pessoas que verdadeiramente trabalham por nossa amada cidade. Estamos firmes, fortes e unidos, juntos de mãos dadas, com cada amigo e amiga, nesse novo desafio em prol de Luís Correia”, enfatizou Kim do Caranguejo. 

ASCOM

Roderico Júnior, do Portal Luís Correia.